Balanço dos cursos realizados em 2012
 

O ano de 2012 foi um ano de desafios no que diz respeito à formação. Apesar do Plano de Formação apenas ter sido lançado no último quadrimestre do ano, o Departamento de Formação esteve em atividade ao longo de todo o ano dinamizando e participando ativamente em diversos projetos formativos.

Assim, em 2012 participaram nos cursos promovidos pelo Departamento de Formação um total de 1180 formandos o que representa um aumento significativo em relação ao número de formandos registados em 2011 (988). Importa referir que estes números referem-se a vagas de formação ocupadas, sendo que muitos formandos participaram em mais do que uma ação.

A origem destes formandos é bastante diversa mas houve uma maior participação dos funcionários AMA e dos funcionários municipais. A incidência dos formandos oriundos de Câmaras Municipais explica-se em parte pelos cursos dinamizados no âmbito do Balcão Multisserviços (Balcão Multisserviços: Pressupostos e Procedimentos e o curso Os Serviços da Segurança Social no BMS) e do REAI – Regime de Exercício da Atividade Industrial, este último destinado exclusivamente a destinatários que exercem as suas funções em Câmaras Municipais.

Por outro lado, em 2012 o número de formandos provenientes do setor privado teve também um incremento significativo, passando dos 44 formandos inscritos em 2011 para os 135 formandos verificados em 2012.



Estes formandos dividiram-se pelos 13 cursos disponibilizados, no âmbito dos quais foram realizadas um total de 88 ações de formação num total de 328 horas de formação presencial e 447 horas de formação online. Desta forma, atingiu-se, em 2012, um volume de formação de 10702 horas x formando o que corresponde a um número ligeiramente superior ao de 2011 (10392 horas x formando).

Para além deste volume de formação, foi ainda desenvolvido em 2012 um projeto de formação no âmbito da Medida 6 do Plano Global Estratégico de racionalização e redução de despesas TIC na Administração Pública. Neste domínio, o Departamento de Formação geriu toda a formação interna e externa relacionada com a Medida 6 disponibilizando também a Comunidade Online M6, aberta à participação de todos os interessados no âmbito dos organismos sob administração direta ou indireta do Estado.

Neste âmbito, foram realizadas um total de 21 ações de formação divididas pelas duas componentes da formação (6 ações relativas à componente I e 15 ações relativas à componente II). A participação na Comunidade M6 faz-se mediante solicitação de credenciais ao Departamento de Formação. Apesar da Comunidade ter sido disponibilizada apenas durante o mês de dezembro, até ao fim do ano solicitaram credenciais e foram inscritos um total de 41 formandos oriundos das mais diversas entidades públicas.

Com estes resultados pode-se verificar que 2012 foi um ano de trabalho intenso em prol do desenvolvimento de novas competências não só internamente mas também de uma forma cada vez mais transversal ao nível de toda a Administração Pública.