Rede Espaços do Cidadão expande-se na Beira Baixa e Médio Tejo
A AMA - Agência para a Modernização Administrativa assinou um conjunto de protocolos com as Comunidades Intermunicipais da Beira Baixa e do Médio Tejo, no dia 16 de janeiro de 2015, com vista à expansão da rede de Espaços do Cidadão. As cerimónias de assinatura dos protocolos decorreram em Proença-a-Nova e Tomar, com a presença do Secretário de Estado para a Modernização Administrativa, Joaquim Cardoso da Costa.
Na sequência dos protocolos assinados nos Paços do Concelho de Proença-a-Nova, durante a manhã, a rede Espaço do Cidadão irá expandir-se na área geográfica da CIM – Beira Baixa, que integra os municípios de Castelo Branco, Idanha-a-Nova, Penamacor, Vila Velha de Ródão, Proença-a-Nova e Oleiros.  

No mesmo dia a AMA assinou mais protocolos, em Tomar, na sede da CIM - Médio Tejo, da qual fazem parte os municípios de Abrantes, Alcanena, Constância, Entroncamento, Ferreira do Zêzere, Mação, Ourém, Sardoal, Sertã, Tomar, Torres Novas, Vila de Rei e Vila Nova da Barquinha. Doze dos 13 municípios que integram a CIM - Médio Tejo, incluindo Ourém, vão receber 35 Espaços do Cidadão.

Segundo o artigo publicado no sítio web da CIM – Beira Baixa, o Secretário de Estado para a Modernização Administrativa, agradeceu a confiança que as autarquias depositaram na administração central. “Este serviço vai fazer-nos chegar mais longe, a sítios onde nem sequer havia este tipo de serviço público, disponíveis só nas sedes de concelho. Queremos chegar às sedes de freguesias e outras localidades. Queremos criar uma rede densa e próxima das pessoas” afirmou.

Joaquim Pedro Cardoso da Costa considerou também legítimas as dúvidas e receios das autarquias “a desertificação dos territórios do interior e o isolamento de muitas populações são uma realidade e é preciso encontrar respostas e podem não ser as respostas tradicionais, também podemos inovar nestas respostas e este programa assenta numa reorganização dos serviços de atendimento” concluiu.

O Espaço do Cidadão funciona como um balcão único que disponibiliza vários serviços de diversas entidades públicas, onde os utentes também beneficiam de um atendimento digital assistido, que lhes permite conhecer as várias opções disponibilizadas pelos serviços públicos online. A sua implementação é coordenada pela AMA, em parceria com autarquias locais e os Correios de Portugal, entre outras entidades públicas ou prestadoras de serviços desta natureza.

Siga a AMA no Facebook e no Twitter.