Guiné Bissau visita AMA no âmbito do esforço de modernização administrativa
O Ministro da Função Pública e da Reforma Administrativa da Guiné Bissau, Ademir Nelson Belo, deslocou-se no dia 17 de setembro às instalações da AMA-Agência para a Modernização Administrativa para conhecer de perto o trabalho desenvolvido pela agência portuguesa na área do Governo Eletrónico.
A visita do responsável ministerial enquadra-se num amplo esforço da Guiné Bissau de recolha de boas práticas junto de vários organismos públicos portugueses. O ministro guineense manifestou a sua vontade em impulsionar a modernização administrativa no seu país. Na deslocação à AMA fez-se acompanhar pelo Chefe de Gabinete Jaime José Nhate, e o Diretor Geral José Braima Dafé.

A comitiva foi recebida pelo Presidente da AMA, Paulo Neves, e pelo responsável do Departamento de Inovação e Relações Internacionais, João Ricardo Vasconcelos, que apresentaram a missão do instituto público e as suas principais iniciativas: Lojas do Cidadão, Espaços do Cidadão, Portal do Cidadão, Cartão de Cidadão e Chave Móvel Digital, Licenciamento Zero, Plataforma de Interoperabilidade da Administração Pública, RCC, Dados.gov, entre outras.

A AMA manifestou grande disponibilidade em cooperar com as autoridades da Guiné Bissau e ficou em aberto a possibilidade de assinatura de um protocolo de cooperação.
Durante o encontro foram ainda sublinhados os esforços desenvolvidos CPLP - Comunidade dos Países de Língua Portuguesa no domínio do Governo Eletrónico. Destaque para a 1ª Conferência de Governo Eletrónico que se realizou em Lisboa em Novembro de 2014, assim como para a 2ª Conferência que se realizará em Luanda, em novembro deste ano.

Entretanto, no seguimento das medidas de modernização administrativa da Guiné Bissau, o Ministro anunciou ter já nomeado o interlocutor do seu país para a área do Governo Eletrónico no âmbito da CPLP.

Na sua deslocação a Portugal o Ministro guineense visitou ainda a DGAEP- Direcção-Geral da Administração e do Emprego Público, o INA- Direção-Geral da Qualificação dos Trabalhadores em Funções Públicas e a ESPAP-Entidade de Serviços Partilhados da Administração Pública.