AMA testa acesso assistido a serviços públicos eletrónicos nos espaços internet
O Presidente da Agência para a Modernização Administrativa, I.P. (AMA), Paulo Neves, e o Presidente da Câmara Municipal de Reguengos de Monsaraz, José Calixto, assinalam hoje, em Reguengos de Monsaraz, o lançamento deste projeto.
Esta iniciativa tem lugar nos concelhos de Reguengos de Monsaraz, Borba, Golegã e Ansião onde, também a partir de hoje, os cidadãos poderão aceder, com o apoio de profissionais, a inúmeros serviços públicos disponibilizados maioritariamente através do Portal do Cidadão.

Alteração de morada, registo civil, registo comercial, pensão de velhice ou diversos serviços nos domínios das contribuições e impostos poderão agora ser realizados nos Espaços Internet. Aferir da viabilidade dos Espaços Internet enquanto canal de acesso a serviços públicos e a consequente inclusão digital são os objetivos maiores deste projeto. “É missão da AMA contribuir para uma prestação de serviços públicos cada vez mais centrada nos cidadãos. Como tal, importa não só otimizar os canais já existentes, como também desenvolver alternativas que facilitem a interação entre os cidadãos e a Administração Pública. É neste sentido que surge a presente iniciativa, de entre outras que a AMA tem vindo a lançar e que assinalam o nosso empenho em simplificar o acesso aos serviços públicos eletrónicos”. afirma Paulo Neves, Presidente da AMA, I.P.

Este projeto enquadra-se no objetivo da AMA de dotar a Administração Pública de um modelo de distribuição de serviços integrado, com crescente eficiência, eficácia e qualidade, que permita ganhos de escala relativamente à prestação de serviços por entidades isoladas.

Espaços Internet
Dispersos por todo o território nacional, os Espaços Internet são postos públicos de acesso gratuito à internet. A criação dos primeiros Espaços Internet em Portugal remonta ao final dos anos 90, com os projetos-piloto das Cidades Digitais (1998-1999), a que se seguiu (entre 2000 e 2003) a abertura de novos Espaços Internet em Autarquias apoiada pelo Programa Operacional Sociedade da Informação. Atualmente a rede de espaços internet é composta por mais de 1100 postos, disponíveis em instalações municipais próprias, bibliotecas municipais, juntas de freguesia, instituições de solidariedade social, centros de inclusão digital, coletividades de cultura e recreio, entre outras.