O Lisboa Participa é o novo portal da participação da cidade de Lisboa
Graça Fonseca, Vereadora da C.M. Lisboa - Pelouro da Modernização
Esta é a porta de entrada para todas as iniciativas de participação promovidas pelo município de Lisboa, agora arrumadas, sistematizadas e dotadas das ferramentas de comunicação e interacção que hoje permitem elevar o nível de participação a patamares antes impossíveis.
 
O Lisboa Participa representa algo mais que apenas um portal através do qual os cidadãos enviam sugestões e contributos. Este portal da participação foi planeado e construído para representar uma mudança de paradigma na relação entre o município e os cidadãos. Queremos cidadãos parceiros, cidadãos co-produtores de ideias e de projectos para a cidade que é de todos.

As cidades actuais são o espaço privilegiado do conhecimento, da investigação, do desenvolvimento e da inovação. É neste espaço, por isso, que temos de promover as parcerias certas e adequadas a conectar empreendedores e inventores com o município, oferecendo as condições adequadas para promover as suas ideias e os seus projectos ao serviço de uma melhor qualidade de vida em Lisboa. Através deste portal abrimos espaço às ideias e aos projectos em desenvolvimento, para uma cidade inteligente.

O nosso papel, como município, é o de envolver todos os actores da cidade numa estratégia comum, para promover a inovação, o emprego, a inclusão social e a participação cívica. Importa, pois, pôr em prática uma nova estratégia de actuação do Município que estimule uma mudança de paradigma: transformar a lógica de serviço público de uma perspectiva que vê “o cidadão como cliente” para a que vê “o cidadão como co-produtor e parceiro”.

A Câmara Municipal de Lisboa é um repositório riquíssimo de informação relevante sobre a Cidade, devendo o Município, nesta era da sociedade da informação, tornar os dados de que é guardião acessíveis, para aumentar a transparência da sua actividade e permitir que os seus destinatários lhes dêem o melhor uso possível, estimulando a criação de serviços e produtos que sejam úteis para responder aos desafios que a Cidade enfrenta. É esta a vocação da área de dados abertos do portal Lisboa Participa. Nesta área de dados abertos, em fase final de desenvolvimento, o cidadão encontrará, á disposição da sua criatividade e engenho, conjuntos de dados disponibilizados de forma estática ou dinâmica, via web-services, fazendo a ponte entre aplicações externas e os sistemas da Câmara Municipal de Lisboa.

Quer os dados estáticos, quer os dados disponibilizados de forma dinâmica, recorrerão a padrões abertos e a tecnologia standard de "web-services", soluções utilizadas universalmente para facilitar a integração de sistemas e diferentes aplicações.

Os recursos das aplicações da Câmara, passarão assim a estar disponíveis de forma normalizada, através de um canal de comunicação estabelecido e de fácil acesso, possibilitando esta ferramenta que a informação e as ferramentas de gestão internas da CML, disponíveis nos seus sistemas informáticos, possam ser disponibilizadas na internet, através de protocolos standard de comunicação.

Passarão assim a estar acessíveis publicamente, para que sistemas de informação de terceiros, incluindo sistemas da Administração Central e de outras Autarquias, se possam a eles ligar e aceder a informação ou estabelecer uma interacção.

Esta será uma peça importante para estimular a participação dos cidadãos no Governo e vida da cidade, e uma ferramenta que estimulará a inovação, o empreendedorismo e fomentará o aparecimento de fenómenos de crowdsourcing, em que se acentua a participação no processo de resolução de problemas e no esforço de melhoria dos serviços e estruturas da cidade.

Naturalmente, e dada a diversidade de sistemas de informação usados no suporte à actividade diária da Câmara, bem como a multiplicidade e extensão das atribuições da Câmara, tal disponibilização irá ocorrer de forma gradual.

Os dados dos sistemas da Administração Central, focados na cidade de Lisboa, serão também disponibilizados, numa parceria com a Agência para a Modernização Administrativa, estando os desenvolvimentos das áreas de dados abertos de ambas as instituições alinhados desde o primeiro momento.

Assim fica lançado o desafio a todos – contribua para os desafios da sua cidade, participe!