Semanas dedicadas à responsabilidade social na Secretaria-Geral da Educação e Ciência
As semanas temáticas dedicadas à responsabilidade social ambicionam dar resposta a um dos objetivos estratégicos da Secretaria-Geral da Educação e Ciência (SGEC) que se prende com o desenvolvimento de uma cultura de commitment nos trabalhadores, que se entende melhor alcançada através da construção de uma identidade própria ligada à forma de estar e de interagir com a sociedade.

Título
Semanas dedicadas à responsabilidade social na Secretaria-Geral da Educação e Ciência.

Entidade
Secretaria-Geral da Educação e Ciência (SGEC)

Entidades parceiras
As semanas temáticas são organizadas pela Direção de Serviços de Planeamento, de Informação e de Sistemas de Gestão (DSPISG) com apoio logístico da Direção de Serviços de Documentação e Arquivo (DSDA) e do Centro de Informação e Relações Públicas (CIREP) da SGEC.

As semanas decorrem com a participação dos trabalhadores da SGEC, de oradores convidados, de Instituições Particulares de Solidariedade Social, do Instituto do Sangue e da Transplantação e de outras instituições dependendo da temática.

Destinatários/Beneficiários potenciais
Trabalhadores da SGEC, os beneficiários de instituições de solidariedade social com quem trabalhamos e o público em geral.

Ponto de Situação
No seu formato a iniciativa está concluída, no entanto, como é uma atividade que se realiza todos os anos, o aperfeiçoamento é uma constante. Todos os anos as temáticas e convidados são diferentes, pois, só assim é possível sensibilizar as pessoas envolvidas para o verdadeiro propósito - a responsabilidade social.

Custos envolvidos
São utilizados os espaços e equipamentos do edifício onde está sediada a SGEC: auditório, salas, montra, projetores, computadores, reprografia e software vário.

Taxionomia
Responsabilidade social; solidariedade; envolvimento; cultura organizacional; commitment.

Descrição breve
As semanas temáticas dedicadas à responsabilidade social ambicionam dar resposta a um dos objetivos estratégicos da SGEC que se prende com o desenvolvimento de uma cultura de commitment nos trabalhadores, que se entende melhor alcançada através da construção de uma identidade própria ligada à forma de estar e de interagir com a sociedade. O que se pretende é que o local de trabalho não seja apenas um local físico onde se está durante grande parte do tempo útil, mas um local emocionalmente positivo, onde se vive, partilha e comunica.

Os objetivos concretos subjacentes à dinamização das semanas dedicadas à responsabilidade social são:
• Sensibilizar os trabalhadores para a responsabilidade social;
• Possibilitar aos trabalhadores participar em workshops que ajudem a melhorar a sua qualidade de vida;
• Colaborar com IPSS prestando auxílio a pessoas e instituições carenciadas e com o Instituto do Sangue e da Transplantação;
• Envolver os trabalhadores e a SGEC na melhoria da qualidade de vida da envolvente externa.

Descrição pormenorizada
As semanas dedicadas à responsabilidade social têm lugar em novembro de cada ano. A preparação destas semanas inicia-se, sensivelmente, 2 meses antes da realização das mesmas, com a pesquisa dos possíveis temas a abordar.

Quando se definem os temas específicos da semana, contactaram-se os potenciais oradores e associações a envolver no projeto. Dependendo da disponibilidade dos oradores e associações, é definido o programa da semana em que cada dia tem uma atividade distinta. 

Prossegue-se com a divulgação da semana através de meios físicos (cartazes e panfletos) e virtuais (e-mails, intranet e internet). O material de divulgação é idealizado pelos trabalhadores da DSPISG, impresso com a colaboração da DSDA e difundido virtualmente pelo CIREP.

Paralelamente, realiza-se uma sondagem para saber qual instituição que receberá os bens recolhidos nas diversas campanhas realizadas ao longo do ano.

Para além de distribuição de cartazes, do anúncio da semana e da agenda por e-mail, intranet e internet, todos os dias é enviado novo e-mail aos trabalhadores a relembrar sobre o evento do dia.

Sempre que a atividade desenvolvida envolve a entrega de bens a instituições, é feita uma reportagem fotográfica que em conjunto com os resultados da atividade (número de bens angariados, instituições auxiliadas, número de trabalhadores participantes,…) são divulgados por toda a SGEC.

Em janeiro, do ano seguinte, os trabalhados realizados na sequência das atividades desenvolvidas na semana dedicada à responsabilidade social (concursos de fotografia, exposição de desenhos, cartazes, reportagens fotográficas, números da semana e outros indicadores da SGEC) são expostos na montra da SGEC, em colaboração com o CIREP.

A principal dificuldade sentida tem sido, curiosamente, captar a atenção dos trabalhadores de forma a participarem nas atividades desenvolvidas. De alguma forma, existem 3 grupos distintos: os que participam sempre e desde o início de forma intensa nas experiências que lhes são proporcionadas; os que são inicialmente séticos mas que acabam por participar e no final agradecer os momentos facultados; e, por fim, os eternamente difíceis de cativar.

Para além da questão humana há, também, a questão financeira. Todas as atividades desenvolvidas são a custo zero, o que limita muito o que se consegue realizar e o alcance/impacto dos resultados, mas que, de alguma forma, obriga a exercitar a criatividade na preparação das atividades e proporciona um maior sentimento de concretização e de orgulho pessoal pelo resultado alcançado.

Recomendações
Os principais fatores críticos de sucesso para esta iniciativa são:
• O patrocínio próximo da gestão de topo, apoiando as ideias novas que vão surgindo de edição para edição;
• A criatividade, resiliência e dinamismo da equipa organizadora, em especial da DSPISG, sobre quem recai a toda a preparação e implementação;
• A sensibilização dos trabalhadores e das instituições;
• O planeamento atempado das iniciativas;
• A disponibilidade de oradores e entidades que têm colaborado com a SGEC de forma gratuita;
• O envolvimento de trabalhadores da SGEC que são os principais clientes-alvo das semanas temáticas tendo em conta o objetivo estratégico já descrito.

Próximas Ações
As ações de sensibilização no âmbito da responsabilidade social decorrem durante todo o ano, no entanto com este formato desenvolvem-se sempre durante o mês de novembro de cada ano.

Ponto de Contacto
Raúl Capaz Coelho – Secretário-Geral da Educação e Ciência
capaz.coelho@sec-geral.mec.pt

Raquel Sampaio Soares – Diretora de Serviços de Planeamento, de Informação e de Sistemas de Gestão
raquel.soares@sec-geral.mec.pt  

Site
www.sec-geral.mec.pt 

Resultados
Palestras
“Responsabilidade Social” – orador: Presidente da Associação Portuguesa de Ética Empresarial, Senhor Engenheiro Mário Parra da Silva;
“Compromisso Social e Gestão do Stress” - oradora, Dra. Ana Paula Rosa, da Autoridade para as Condições de Trabalho.  

Workshops
Gestão de Stress “Ciência da Respiração” - Associação Arte de Viver;
Check up Nutricional - Associação Portuguesa de Dietistas.

Sensibilizações
Sensibilização sobre Ginástica Laboral;
Condução eficiente.

Ações sociais
Foram realizadas sessões de colheita de sangue, das quais resultaram 53 unidades de sangue;
Foram entregues 43 presentes de Natal à Associação Auxilio e Amizade, na sequência da Exposição “Um 1 desenho, 1 brinquedo”;
Foram entregues 943 peças de vestuário e calçado à Paróquia de Nossa Senhora de Fátima, às Irmãs de Jesus do Cottolengo e à Associação Cris Sacco;
Foram entregues de 31 brinquedos às Irmãs de Jesus do Cottolengo e à Associação Cris Sacco;
Foram entregues 222kg de tampinhas ao Centro de Paralisia Cerebral;
Foram entregues 67kg de papel à AMI Papel, inseridos na campanha “Papel por alimento”;
Foram entregues 77kgs de alimentos entregues às Irmãs de Jesus do Cottolengo e à Associação Cris Sacco
Realizou-se uma exposição com 6 IPSS (Associação Portuguesa de Apoio à Vitima, Operação Nariz Vermelho, Associação Auxilio e Amizade, Sol Sem Fronteiras, Comunidade Vida e Paz e a Associação Cris Sacco) e União Zoófila, nas instalações da SGEC;
Foram entregues de 166 litros de leite às Irmãs de Jesus do Cottolengo, na sequência do concurso de fotografia.

Concursos/Exposições
Concurso de fotografia, cujo preço de inscrição eram litros de leite;
Exposição “Um 1 desenho, 1 brinquedo”. Desenhos feitos por crianças familiares dos trabalhadores cujo preço de participação era a entrega de um brinquedo.

Atividade lúdica
Concerto do Coro Educ(ant)are.

Última atualização: 06-07-2016