Promoção e Educação para a Saúde em meio escolar
Com este projecto, aquilo que se pretende é promover a educação para a saúde/ educação sexual em meio escolar, processo para o qual contribuem os sectores da educação e da saúde, assim como contribuir, em última instância, para a adopção por parte das escolas de políticas e práticas condizentes com a Promoção da Saúde.
Iniciativa: Projecto de Educação para a Saúde/ Educação Sexual em Meio Escolar
Entidade: Administração Regional de Saúde do Alentejo,IP (ARS Alentejo) e a Direcção Regional de Educação do Alentejo (DREAlentejo)
Destinatários/Beneficiários potenciais*
Categoria: Serviços ao Cidadão
Ponto de Situação: Neste momento, a nível da Promoção e Educação para a Saúde, todas  as escolas  de todos os níveis de ensino têm obrigatoriamente um Projeto de Educação para a Saúde/ Educação Sexual incluído no seu Projecto educativo e no seu Plano anual de atividades.

A ARS do Alentejo encara o Plano Nacional de Saúde (PNS) como quadro director da mudança organizacional e como tal procura considerá-lo e valorizá-lo sempre que efectua o planeamento de actividades ou sempre que equaciona transformações culturais, arquitecturais e funcionais no sistema de saúde da região.

Nesta perspectiva, e seguindo a filosofia do Plano Nacional da Saúde, é nas escolas, no local de trabalho e nos locais de lazer (onde é dispendido grande parte do tempo útil de um dia normal) que se devem introduzir e fomentar medidas de prevenção da doença e de promoção da saúde. Na realidade, estes são ambientes integradores de uma multiplicidade de intervenções de carácter diverso que como tal podem contribuir definitivamente para o sucesso destas acções de prevenção que visam diminuir a carga de doença ao longo da vida dos nossos cidadãos. No caso especifico das escolas, este principio assume especial relevância dado o papel primordial que estas desempenham no processo de aquisição de estilos de vida e na sua importância para a já referida promoção da saúde e prevenção da doença.

Nesta sequência e no âmbito do Protocolo estabelecido entre os Ministérios da Educação e da Saúde, a Direcção Regional de Educação do Alentejo e a Administração Regional de Saúde propuseram-se continuar a levar a cabo  o acompanhamento  no terreno dos projectos da área de Educação para a Saúde/ Educação Sexual nas escolas das suas áreas de abrangência. Este acompanhamento é levado a cabo por um elemento representante da DREA, por um elemento da ARS e por elementos dos (antigos)Centros de Saúde em cada localidade( UCC).

Parcerias
Os principais intervenientes são os elementos das escolas / agrupamentos, nas quais é desenvolvido o Projecto, elementos dos (antigos)Centros de Saúde locais, bem como outros parceiros da comunidade, cuja introdução se revele pertinente( APF, IDT,IPJ, CVP,Autarquias,Bombeiros, Escola Segura,outras ONG).

Descrição Detalhada
As atividades que são desenvolvidas no âmbito deste Projecto incidem sobre as áreas temáticas que a seguir se referem:

  • Violência em Meio Escolar, Bullying, Saúde Mental, Regras de disciplina e comportamento, Afetos e relações inter pessoais, auto estima;
  • Alimentação e Atividade física ( promoção de comportamentos alimentares adequados, prevenção de doenças do Comportamento alimentar,melhoria da oferta alimentar na escola, relação entre a atividade física e uma vida saudável);
  • Saúde Oral;
  • Educação Sexual (Prevenção da Maternidade/Paternidade precoce, Prevenção do VIH/SIDA e outras IST, violência no namoro, Valores , atitudes e afetos,)
  • Prevenção do Consumo de substâncias lícitas e/ou ilícitas, incluindo álccol e tabaco, comportamentos de risco;
  • Primeiros Socorros;
  • Ergonomia, postura
  • Segurança e prevenção de acidentes, nomeadamente acidentes rodoviários
  • Saúde Visual

Objectivos

Criar nas Escolas um Gabinete de Informação ao aluno no âmbito da Promoção da Saúde;

Contribuir para:

  • A melhoria das relações intra e interpessoais;
  • A promoção da educação alimentar;
  • A promoção da saúde oral;
  • A promoção da saúde sexual e reprodutiva, nomeadamente a prevenção da gravidez não desejada e das IST;
  • A prevenção do consumo de substâncias adictivantes, lícitas e / ou ilícitas e de comportamentos de risco;
  • A promoção da segurança ao nível das instalações e equipamentos;
  • A prevenção de Acidentes Rodoviários
  • A promoção da Higiene corporal
  • A promoção da actividade física regular
  • A promoção da Saúde visual
  • A promoção da prestação dos primeiros socorros
  • A promoção da ergonomia e da postura

Atualmente todas as escolas têm  obrigatoriamente um Projeto de Educação para a Saúde, neste incluindo também um projeto de Educação Sexual . Estes Projetos devem estar incluídos no Projeto Educativo e no Plano anual de atividades das escolas.
Recomendações

O empenho da equipa e a motivação dos técnicos intervenientes no Projecto, bem como a boa articulação entre os diferentes elementos são os pontos fortes e determinantes para o bom desenvolvimento e êxito do mesmo.

A valorização das recomendações da Carta de Otawa deverá ser um propósito dos técnicos que a todos os níveis estão envolvidos nas actividades de planeamento e execução na área da Promoção da Saúde.

Destinatários/Beneficiários potenciais*
Os projetos de Educação para a saúde/ educação sexual envolvem atualmente alunos de todos os níveis de ensino, desde o Pré-escolar ao Secundário, incluindo também o Ensino Profissional..
Para além dos alunos, o Projecto envolve ainda toda a comunidade educativa, nomeadamente todo o pessoal docente, não docente e pais/Encarregados de Educação, assim como, as entidades que a nível local e nacional manifestassem interesse em colaborar, e estabelecer parcerias.

Próximas Acções
A equipa responsável define anualmente, a nível da Educação para a Saúde, e considerando as áreas superiormente indicadas, bem como o definido no projecto educativo das Escolas, as actividades que consideram pertinentes para os seus alunos e para o ano lectivo em curso.

Resultados

O projecto não se considera concluído uma vez que esta é uma área que deverá ser de continuidade em todas as Escolas, por forma a promover em toda a comunidade educativa as competências conducentes a práticas e estilos de vida saudáveis.

Neste momento, todas as Escolas têm em funcionamento o Gabinete de Informação ao Aluno( GIA), cumprindo-se assim o objectivo inicialmente definido. Por outro lado, as temáticas superiormente definidas são objecto de trabalho articulado entre as Escolas e os Centros de Saúde que integram o Projecto, de acordo com as necessidades diagnosticadas.

Ponto de Contacto

Augusto Santana de Brito
Coordenador Regional da Saúde Escolar
ARS Alentejo
asviana@crsp-alentejo.min-saude.pt 

Margarida Alves
Coordenadora do projecto
DREAlentejo
maria.alves@dreale.min-edu.pt

Última atualização em 22 de Maio de 2012