Coimbra Pneumo XXI
O “Coimbra PNEUMO XXI” é um projecto de Telemedicina que permite aos pacientes com Doença Pulmonar Obstrutiva Crónica (DPOC) dos HUC serem acompanhados de forma contínua e atempada com o objectivo de prevenir episódios de agudização.

Iniciativa: Coimbra Pneumo XXI
Entidade: Administração Regional de Saúde do Centro (ARSC), Hospitais da Universidade de Coimbra (HUC), Ministério da Saúde, Glaxo SmithKline.
Destinatários/Beneficiários potenciais: O público-alvo compreende os doentes portadores da Doença Pulmonar Obstrutiva Crónica (DPOC), seguindo-se os doentes portadores de cancro do pulmão e doentes em consulta de cessação tabágica, contemplando assim o que podemos considerar como o universo agressivo do tabaco. Numa segunda fase considera-se a possibilidade de abranger outras patologias pulmonares designadamente a asma.
Categoria: Serviços ao Cidadão
Ponto de Situação*: Em Curso
Custos envolvidos*


Numa primeira fase este acompanhamento será efectuado no seu centro de saúde através de Teleconsultas programadas, com a realização de exames que habitualmente teriam de se efectuar nos Hospitais da Universidade de Coimbra (HUC). Posteriormente, para algum tipo de doentes, este acompanhamento poderá ser efectuado no seu domicílio.

O projecto "Pneumo XXI" assenta no triângulo Doente, Centro de Saúde e Centro Coordenador do Projecto (CCP) nos HUC, e pretende fazer o acompanhamento médico, de forma contínua, de doentes portadores de DPOC e exercer uma intervenção médica atempada.

Os Centros de Saúde (ARS) manter-se-ão como primeira linha de intervenção terapêutica. Aqui se farão os exames complementares, as consultas à distância, programadas, com o doente no Centro de Saúde e o médico especialista no CCP/HUC.

Para o acompanhamento médico é necessário fazer o registo regular de dados respeitantes ao doente, nomeadamente: Espirometria, Oximetria, Rx do Tórax, Peak Flow/FEV1, sintomatologia, hábitos tabágicos, terapêutica e outros.

Estes dados, devem ser registados e concentrados num sistema, juntamente com outros dados do doente, sob o controlo e gestão do CCP.

Sendo o registo de dados, um elemento importante do projecto, para além da informação obtida na consulta, poder-se-á optar por diversas modalidades de registo e transmissão regulares de dados, em função de cada caso, face às características de cada doente e ao evoluir da situação. Assim, poderá o doente:
  • Deslocar-se ao Centro de Saúde e aí fazer o registo regular de dados, que serão automaticamente enviados ao CCP;
  • Utilizar equipamento no domicílio e fazer o registo automático no equipamento do CCP. 
O projecto alargou o seu âmbito a duas outras importantes áreas: cancro do pulmão e cessação tabágica.

Iniciaram-se as teleconsultas para controlo de cessação tabágica com os Centros de Saúde de Arganil e Vila Nova de Poiares. Está a decorrer a adjudicação do equipamento que permitirá efectuar as teleconsultas de DPOC.

Principais dificuldades:
  • Não conhecimento da existência, no País, de experiências de acompanhamento de doenças pulmonares crónicas à distância e de monitorização domiciliária, tendo sido necessário desenvolver uma interligação de espirómetros às estações de teleconsulta. Recorreu-se para o efeito à PT Inovação e empresa fabricante de espirómetros;
  • A dificuldade de obter financiamento, pese embora o projecto tenha um VAL positivo, agravada pelo facto do conceito mais comum de inovação não considerar, erradamente, a organização e os processos; 
  • A questão organizacional configura-se como a mais difícil e importante de ultrapassar, nomeadamente o conseguir um olhar orgânico desta nova actividade, quer nos HUC, quer nos Centros de Saúde e a interligação entre estas estruturas. É importante difundir a ideia que um projecto bem sucedido deve passar a Processo.
Ponto de Situação*

De acordo com a programação do Projecto, "Coimbra Pneumo XXI", que se iniciou em 2008, concretizou-se o desenvolvimento de novas técnicas, nomeadamente a interligação de espirómetros a estações de teleconsulta, formulários clínicos e respectiva validação e aceitação.

Foram eleitos dois centros de saúde, com prioridade para a DPOC (Arganil e Cantanhede), a funcionarem como piloto, e caracterizaram-se os doentes elegíveis.

Em paralelo fizeram-se as primeiras acções de formação e de contacto com os equipamentos, dirigidas aos profissionais dos Centros de Saúde e do Serviço de Pneumologia dos HUC.

No segundo semestre deu-se início às primeiras teleconsultas de Cessação Tabágica com os Centros de Saúde de Arganil e Vila Nova de Poiares.

Está a decorrer a adjudicação do equipamento que permitirá efectuar as teleconsultas de DPOC.

Custos envolvidos*

O projecto foi pensado a cinco anos, apresentando um VAL positivo superior a 100 000€, com a seguinte estimativa de custos:

   Investimento  Exploração
 Ano 1

 135.921€

 
 Ano 2

 197.134€

 
 Ano 3

 152.550€

 77.778€

 Ano 4

 173.343€

 107.343€

 Ano 5  

 107.343€


Recomendações
  • Constituição dum grupo pequeno para liderar e coordenar a iniciativa; 
  • Elaboração dum documento onde estejam vertidos as principais referências do projecto: 
    • Missão e objectivos gerais; 
    • Quantificação de metas e objectivos; 
    • Estimativa de custos e avaliação da relação custo/benefício. 
  • Os objectivos devem ser graduais acompanhando a curva de experiência; 
  • Particular atenção à divulgação, envolvimento e formação dos profissionais e às questões organizativas;
  • Atenção às questões de ordem ética e legais e bem assim à informação e autorização dos doentes abrangidos;
  • Controlo periódico do projecto e avaliação.
Próximas Acções
  • Possibilidade de, numa segunda fase, algumas avaliações poderem ser feitas a partir do domicílio do doente, através da Internet;
  • Expansão gradual ao resto do distrito e da região;
  • Alargar a outras patologias designadamente o cancro do pulmão, doentes em consulta de cessação tabágica, asma e patologia do sono.

Anexos

Compilação de notícias relativas ao "Coimbra Pneumo XXI":

Imagens do sistema Medigraf e das acções de formação dirigidas aos profissionais envolvidos no projecto (pdf,528 KB)

Ponto de Contacto

João Rui Gaspar de Almeida
Coordenador do projecto
joaorui.almeida@gmail.com
 
Paulo Lopes
Médico dos HUC
plopeshuc@hotmail.com  

 
Última Actualização: sexta-feira, 26 de Dezembro de 2008