Brigada Pró-Família
A "Brigada Pró-Família" permitiu implementar um serviço de intervenção e resposta imediata, garantida de forma permanente durante todos os dias da semana, incluindo fins-de-semana e feriados, às solicitações de perigo iminente que surjam ao nível do Concelho da Trofa.

Iniciativa: Brigada Pró-Família
Entidade: Câmara Municipal de Trofa
Entidades Parceiras: A Brigada Pró Família compreende as atividades a desenvolver no âmbito da Ação Social, em estreita colaboração com as estruturas e agentes sociais locais, regionais e nacionais, com a finalidade de prevenir ou coadjuvar em situações de grave risco social bem como em situações de emergência.Do exposto são entidades parceiras as instituições, associações, entidades locais, Juntas de Freguesia, Comissões Sociais de Freguesia e escolas, são parceiros privilegiados na deteção, sinalização e encaminhamento das situações – problema.

Em prol dos problemas detetados, as instituições, associações, entidades locais de cariz sócio caritativo, forças policiais e Juntas de Freguesia, colaboram sempre que necessário com a Brigada Pró – Família, no sentido de minorar o perigo assinalado.
Identificação das organizações (Organismo público, Empresa, Associação, Instituição, Universidade, PALOP’s, outros) que colaboraram com a Iniciativa.

Destinatários/Beneficiários: São destinatários da Brigada Pró - Família, todos os indivíduos que se encontram numa situação de fragilidade/vulnerabilidade socioeconómica.
São desinatarios da inIdentificação do público-alvo para o qual a Iniciativa foi constituída bem como outro ou outros destinatários para os quais a Iniciativa também poderá ser aplicada como potenciais beneficiários.
Categoria: Serviços ao Cidadão
Ponto de Situação: A Brigada Pró – Família, relativamente ao ponto de situação está em curso, constituindo-se como um serviço da Divisão de Ação Social e Saude contínuo e em permanente funcionamento.
Site: www.mun-trofa.pt

Descrição breve
A Brigada Pró – Família, pretende ser um grupo de técnicos que trabalha em equipa no contexto da rua, que sendo este um espaço repleto de especificidades, constitui-se como um lugar privilegiado de contacto direto e proximidade com a população, sendo o espaço ideal para estabelecer contactos e para o estabelecimento de uma relação de confiança e credibilidade com a população Trofense.

Descrição Pormenorizada
A Brigada Pró – Família, traduz-se num grupo de técnicos que trabalha em equipa no contexto da rua que, sendo este um espaço repleto de especificidades, constitui-se como um lugar privilegiado de contacto direto e proximidade com a população.
Um dos aspetos mais relevantes do trabalho direto com a população prende-se com o facto de serem os técnicos a dirigirem-se aos cidadãos num espaço que, sendo de todos, é frequentemente apropriado pelos que não têm lugares seus. 

No espaço de rua, é possível chegar às pessoas que de outra forma não teriam contactos institucionais e um contacto de maior proximidade com a população, em geral, descrente no funcionamento das instituições e na sua capacidade para fazerem algo pelos cidadãos, pois está livre do peso de um espaço institucional.

A sua principal função é o contacto direto com a população e a sua mobilização para a integração social através do estabelecimento de relações de confiança que se possam constituir como base de um processo de construção e consolidação da motivação para a mudança.
A intervenção ocorre em todo o Concelho da Trofa, tem um carácter regular e acontece nos períodos diurnos e noturno (caso seja necessário).    

Só desta forma é possível um conhecimento profundo da realidade da população Trofense, quer no que se refere às problemáticas presentes, e às quais é preciso dar uma resposta, quer no que se refere à sua dispersão pelo Concelho.
Este trabalho só pode ser feito em articulação estreita com os Técnicos de Intervenção Social da Loja Social (Atendimento Integrado) e/ou Segurança Social, que dará continuidade ao Acompanhamento Social, na fase descontextualizado do espaço rua.

PROCEDIMENTOS
Sinalizações

Podem chegar à Brigada Pró – Família sinalizações por diferentes vias: telefone, fax, e-mail, verbalmente ou por correio. No caso de serem sinalizações verbais ou telefónicas deve ser preenchida uma Folha de Sinalização (a fornecer pela Câmara Municipal da Trofa – Divisão de Acção Social e Saúde), para que esta fique registada e arquivada num dossier tal como as que chegam via fax ou correio.
 

  • Deslocação ao local para avaliação da situação;
  • Contacto com outros serviços e instituições que possam ter conhecimento da situação ou fazer o seu acompanhamento;
  • Elaboração de um diagnóstico sumário;
  • Definição, em equipa, da metodologia a adotar para a resolução da situação;
  • Articulação (outras instituições e serviços);
  • Encaminhamento para Acompanhamento Social;

Custos envolvidos
Relativamente aos custos envolvidos com a Brigada Pró – Família, salientamos o custo com a viatura (combustível, manutenção e desgaste da viatura), bem como os custos com material de desgaste utilizado para a manutenção e atualização da documentação implicada no funcionamento da mesma (dossier de correspondência, e dossier de trabalho, etc.). De referir ainda os custos com as telecomunicações (moveis e fixas).
Identificação dos custos associados à concepção, desenvolvimento e implementação da Iniciativa.

Taxionomia
A área de intervenção da Brigada Pró – Família, abrange toda a população da Trofa que se encontre em situação de perigo ou emergência social, que necessitem de uma resposta imediata e ajustada às sua necessidades e problemáticas, para que se consiga uma intervenção e planificação adequadas, sendo que estas terão como objetivo a resolução imediata das situações bem como a possibilidade de construção de um projeto de vida condigno.

Contactos Diretos
Os contactos diretos resultam do trabalho de terreno, independentemente das sinalizações. São situações em que a equipa da Brigada se dirige ás pessoas ou em que estas solicitam o seu apoio.

  • Novos contactos;
  • Contactos Continuados no sentido de estabelecer uma relação de confiança que permita o Acompanhamento Social da pessoa.

Deverá ser preenchida a Folha de Processo (a fornecer pela Câmara Municipal da Trofa – Divisão de Ação Social e Saúde) que acompanhará a pessoa desde o primeiro contacto ao processo de acompanhamento social quer este seja feito na rua pela Equipa da Brigada ou pelo técnico de Acompanhamento Social que solicite a nossa participação. 

Encaminhamentos

O encaminhamento das situações detetadas ou sinalizadas surge da necessidade de uma intervenção mais abrangente e continuada, no sentido de se responder de forma mais adequada às situações – problema que se apresentam.

Desta forma, pretende-se uma intervenção direta e continuada com os indivíduos e/ou agregados familiares, com o objetivo de identificar, contextualizar, enquadrar e encaminhar os utentes para as respostas mais adequadas, tendo por base o desenvolvimento de uma relação de confiança que permita o acompanhamento e apoio psicossocial visando o favorecimento de uma progressiva inclusão social.

Resultados
Com a Brigada Pró- Família pretende-se minimizar as situações de grave vulnerabilidade socioeconómica, facilitando o acesso a um conjunto de respostas sociais, privilegiando a proximidade com o munícipe, salvaguardado a sua dignidade e bem-estar.
Descrição dos resultados da Iniciativa, caso a mesma já esteja concluída. Se tal não for o caso, referir os resultados esperados com a implementação da Iniciativa.

Consideramos pertinente mencionar que a Brigada Pró- Família, ganhou o 1º Premio (Ex-Aequo) de Boas Praticas no setor público – 6ªEdição, tendo-se destacado na categoria/grupo Serviço ao Cidadão, em 2008, premio este promovido pela Deloitte e Diário Economico.

Ponto de Contacto
Maria Isabel Rodrigues Veiga
Chefe de Divisão - Divisão de Ação Social e Saude da Camara Municipal da Trofa
Telemóvel: 968815133
Telefone fixo:252 40 36 90
Endereço Eletrónico: iveiga@mun-trofa.pt

Última atualização a 25 de Junho de 2012