Serviços Partilhados de Aprovisionamento Eletrónico da Comunidade Intermunicipal da Região de Coimbra (SPAE-CIMRC)
Os SPAE-CIMRC é um sistema de negociação e contratação centralizado, destinado à aquisição de um conjunto padronizado de bens e serviços, em benefício das entidades adjudicantes abrangidas.

Título
Serviços Partilhados de Aprovisionamento Eletrónico da Comunidade Intermunicipal da Região de Coimbra (SPAE-CIMRC)

Entidade
Comunidade Intermunicipal da Região de Coimbra - CIM-RC

Entidades parceiras
Saphety Level - Trusted Services, S.A.

Destinatários/Beneficiários potenciais

  • Município de Arganil;
  • Município de Cantanhede;
  • Município de Coimbra;
  • Município de Condeixa-a-Nova;
  • Município de Figueira da Foz;
  • Município de Góis;
  • Município da Lousã;
  • Município de Mealhada;
  • Município de Mira;
  • Município de Miranda do Corvo;
  • Município de Montemor-o-Velho;
  • Município de Mortágua;
  • Município de Oliveira do Hospital;
  • Município da Pampilhosa da Serra;
  • Município de Penacova;
  • Município de Penela;
  • Município de Soure;
  • Município de Tábua;
  • Município de Vila Nova de Poiares;
  • Serviços Municipalizados de Transportes Urbanos de Coimbra (SMTUC);
  • ARCIL - Associação para a Recuperação de Cidadãos;
  • Comunidade Intermunicipal da Região de Coimbra – CIMRC.

Ponto de Situação
Foram desenvolvidas várias negociações por via de leilão eletrónico nas seguintes áreas:

  • Economato;
  • Artigos de Higiene e Limpeza;
  • Consumíveis de Impressão;
  • Produtos Químicos.

Custos envolvidos
O projeto Serviços Partilhados de Aprovisionamento Eletrónico da Comunidade Intermunicipal da Região de Coimbra (SPAE-CIMRC) tem um custo de investimento associado de 190.502,00 € (cento e noventa mil quinhentos e dois euros), a que acresce os custos com pessoal técnico da CIM a afetar ao projeto.

Taxionomia
A SPAE-CIMRC é uma central de compras instituída pela Comunidade Intermunicipal da Região de Coimbra, nos termos dos artigos 260.º a 262.º do Código dos Contratos Públicos e do Decreto-Lei n.º 200/2008, de 9 de outubro.

A SPAE-CIMRC destina-se ainda, conforme estabelece o n.º 1 do artigo 260.º do Código dos Contratos Públicos, a centralizar a contratação de empreitadas de obras públicas, de locação e de aquisição de bens móveis e de aquisição de serviços e demais atribuições legais.

Descrição breve
Os SPAE-CIMRC é um sistema de negociação e contratação centralizado, destinado à aquisição de um conjunto padronizado de bens e serviços, em benefício das entidades adjudicantes abrangidas.

Descrição pormenorizada
O Sistema de Partilhado de Aprovisionamento Eletrónico da Comunidade Intermunicipal da Região de Coimbra (SPAE-CIMRC) assume-se como um processo de grande importância estratégica regional e procurara evidenciar um forte impacto na contenção dos custos nos seus municípios associados.

O principal objetivo passa por criar um modelo de gestão integrada de todas as entidades aderentes de forma a promover a racionalização de custos, na área das compras, alavancando o efeito do volume e da eficiência processual.

  • Racionalização e redução da despesa em bens e serviços transversais através da celebração de acordos quadro e da negociação eletrónica de preços.
  • Modernização da Administração Pública através da centralização das funções compras e da utilização de tecnologia eficiente de suporte à atividade.
  • Promoção da competitividade económica. Alargar a participação nos processos de compras, em determinadas categorias de bens e serviços e outros fornecedores.
  • Adaptação do tecido económico local regional às práticas de compras. Promover a adaptação dos pequenos e médios fornecedores às novas práticas desmaterializadas de compras, facilitando o seu envolvimento e participação de forma desonerada.

1º Eixo de Atuação

Poupanças Financeiras

  • Redução dos custos de aquisição através da celebração de acordos quadro e da negociação eletrónica de preços, o tempo afeto ao processo de compra sobre uma redução média de 80% e um efeito médio na redução de preços de cerca de 14%.
  • Normalização de bens e serviços. A normalização dos bens e serviços adquiridos pelas entidades aderentes permite potenciar o efeito escala, com efeitos diretos na redução dos preços de compra.
  • Monitorização em tempo real. A utilização de tecnologia de suporte ao processo de agregação de necessidades, negociação de preços e requisições, permite perceber o perfil de compras das entidades aderentes e encontrar o melhor método negocial.

2º Eixo de Atuação

Processos 

  • Reengenharia de Processos. Normalização dos processos de compra entre as entidades aderentes.
  • Eficiência Processual. Promoção da eficiência processual, através do recurso aos Acordos Quadro ou às negociações de preços que permite a utilização de “ajustes diretos” independentemente do valor da despesa.
  • Desmaterialização e Modernização. Introdução de ferramentas de suporte à atividade da Central de Compras que permita estabelecer uma relação inteiramente desmaterializada com fornecedores e municípios.

Tecnologia

  • A solução de Plataforma de Compras Eletrónica é composta pelas seguintes soluções:
  • Solução de compras, possibilita, online, o controlo integral do processo aquisitivo, desde a requisição, passando pela aprovação, receção de mercadorias e registo de faturas de fornecedores;
  • Solução de Contratação Pública, possibilita o lançamento desmaterializado dos concursos públicos de acordo com a legislação em vigor;
  • Solução de leilões eletrónicos, possibilita a realização de leilões integralmente desmaterializados e deslocalizados pela Central de Compras e pelas entidades aderentes.

Recomendações
Fatores Críticos de sucesso:

  • Envolvimento profundo das entidades aderentes;
  • Empenho da Comunidade Intermunicipal da Região de Coimbra;
  • Metodologia colaborativa eficiente entre os vários stakeholders;
  • Massa critica (n.º de entidades e valor de despesa).

Próximas Ações

  • Futuros acordos quadro e negociações:
  • Vigilância e Segurança;
  • Serviços de Limpeza;
  • Seguros;
  • Pneus;
  • Óleos para automóvel.

Ponto de Contacto
Telefone: 239 795 200
Fax.239 795 209
Email: geral@cim-regiaodecoimbra.pt

 

Site
http://cc.cim-regiaodecoimbra.pt/

Resultados
Aproximadamente 20 milhões de euros de adjudicações que resultaram em poupanças superiores a 2 milhões de euros para as entidades aderentes.

Última atualizaão: 21-12-2015