Rastreabilidade do Processo Clínico no Circuito de Codificação
O projecto visa a localização rápida do processo clínico no circuito hospitalar, otimizando assim os procedimentos administrativos inerentes e reduzindo o tempo de espera dos utentes e de todos os profissionais de saúde envolvidos. Responsabilização pela custódia do processo clinico.

Título
Rastreabilidade do Processo Clínico no Circuito de Codificação

Entidade
Centro Hospitalar Lisboa Ocidental, EPE – Serviço Gestão Doentes HSFX

Entidades parceiras
Normática

Destinatários/Beneficiários potenciais
Profissionais do Centro Hospital e Cidadãos/Utentes

Ponto de Situação
Projecto concluído

Custos envolvidos
Identificação dos custos associados à concepção, desenvolvimento e implementação da Iniciativa.

Taxionomia

  • Área administrativa
  • Área Clinica
  • Gestão Hospitalar

Descrição breve
O projecto visa a localização rápida do processo clínico no circuito hospitalar, otimizando assim os procedimentos administrativos inerentes e reduzindo o tempo de espera dos utentes e de todos os profissionais de saúde envolvidos. Responsabilização pela custódia do processo clinico.

Descrição pormenorizada
O projecto traduziu-se na criação de uma base de dados partilhada entre o Serviço de Arquivo Clínico e o Gabinete de Codificação, alimentada diariamente pela informação fornecida da WebGDH , dos utentes com alta e dos registos de movimentação dos processos clínicos entre os dois serviços. A variedade de assistência clinica (consultas, Hospital de dia, internamentos, etc) com intervenção de várias áreas administrativas e clinicas, culminado na codificação e arquivo, tornou emergente a solução encontrada neste projeto.

Este projeto permite:

  • Maior facilidade de localização física do processo no circuito hospitalar.
  • Optimização de procedimentos administrativos associados a esta função.
  • Redução do tempo de espera dos profissionais de saúde na obtenção do mesmo.
  • Melhor controlo sobre os serviços de Internamento após alta clinica, no que respeita aos prazos que tem para disponibilizar os processos clínicos para GDH.
  • Melhor controlo estatístico sobre o tempo que os codificadores demoram a disponibilizar os processos clínicos já codificados.
  • Maior satisfação dos clínicos;
  • Eliminar o risco de não haver consulta do doente.

Tecnologia
Criação de uma base de dados partilhada, alimentada diariamente.É formada por uma pasta com um conjunto de folhas de Excel por Serviço de Internamento, que é partilhada pelo Arquivo Clinico e pelo Gabinete de Codificação, onde ambos fazem o registo informático sempre que exista a movimentação física de um processo clínico.

Próximas Acções
Aproveitou-se esta ferramenta para a Gestão interna e total do Arquivo Clinico.

Ponto de Contacto
Tiago Neves – Coordenador Arquivo Clinico HSFX
Gabinete de Codificação
Dra. Isabel Cabral – Administradora Hospitalar do SGD do CHLO
Dª Isabel Tomás - Coordenadora Técnica do SGD do HSFX

Resultados
Atenuou-se substancialmente as demoras na procura de Processos Clínicos e até a sua impossibilidade de fazê-lo chegar aos serviços de atendimento em tempo útil, com naturais impactos nos doentes. Foi considerado recentemente pelos auditores de uma empresa externa como uma medida positiva, não encontrada noutras instituições.

Última atualização: 16-10-15