P3S – Projeto para uma Sociedade mais Simples e Segura
Desenvolvimento de uma solução de mobilidade que tem subjacente conjunto de serviços, que simplificam o relacionamento entre a PSP e o Cidadão. Este sistema integra as capacidades necessárias ao registo inicial de ocorrências no terreno de forma prática e rápida. Fará também uso de outros elementos, como sejam câmaras, dispositivos de gravação de som e de georreferenciação.

Título
P3S – Projeto para uma Sociedade mais Simples e Segura

Entidade
Polícia de Segurança Pública

Entidades parceiras

  • Instituto de Informática da Segurança Social;
  • AMBISIG – Ambiente e Sistemas de Informação Geográfica, S.A.
  • INFOSUPORTE Lda
  • Zertive Consulting.

Destinatários/Beneficiários potenciais
O Cidadã e a todo o efetivo da PSP.

Ponto de Situação
O projeto encontra-se concluído

Taxionomia

  • Modernização Administrativa com novos canais de contacto;
  • Promover uma Administração Pública mais eficiente;
  • Impulsionar a melhoria do relacionamento da Administração Pública com Cidadãos;
  • Alinhamento com as grandes opções estratégicas da PSP 2013-2016, com o PGERRTIC e com o plano estratégico da PSP para as TIC 2013-2016;
  • Novas Tecnologias de Informação e Comunicação;
  • Melhoria da eficiência interna e externa da PSP.

Descrição breve
Desenvolvimento de uma solução de mobilidade que tem subjacente conjunto de serviços, que simplificam o relacionamento entre a PSP e o Cidadão. Este sistema integra as capacidades necessárias ao registo inicial de ocorrências no terreno de forma prática e rápida. Fará também uso de outros elementos, como sejam câmaras, dispositivos de gravação de som e de georreferenciação.

No que se refere à Gestão de Filas & Corporate TV, resultado da parceria entre a PSP e o Instituto de Informática da Segurança Social, permite agilizar o processo de atendimento dos Cidadãos nas unidades da PSP (dispensa de senhas de atendimento, gestão de atendimento, alerta para chamada a atendimento....), bem como integrar capacidades de monitorização de dados relevantes para gestão e melhoria do serviço (tempos de atendimento, utilização de postos de atendimento, …). A componente de Corporate TV tem um papel importante na apresentação de conteúdos média relevantes, internos ou externos, e em diferentes formatos (imagem, vídeo, texto ou páginas web).

Descrição pormenorizada
Avanço em termos de capacitação tecnológica, resultado da adoção de novas e inovadoras ferramentas, do desenvolvimento de novas funcionalidades e de toda a evolução da estrutura de tecnologias de informação da PSP. Este resultado terá impacto inevitável na capacidade e performance operacional desta instituição, contribuindo em larga escala para a concretização dos objetivos por si delineados em documento estratégico global, nomeadamente ao nível da melhoria operacional através do uso inteligente de recursos e tecnologia.

Alteração na forma como é operacionalizada a estratégia de relacionamento com o Cidadão, fruto de uma mudança de paradigma de interação possível através da implementação das iniciativas previstas. Por exemplo, as funcionalidades a disponibilizar na componente de Mobilidade,  irão permitir ao Cidadão aceder a serviços da PSP, sem necessidade de deslocação a uma esquadra ou da PSP.

Redução do número de interações dos Cidadãos com a Administração Pública, uma vez que os Cidadãos passam a dispor de informação e serviços através de novos canais (designadamente, Gestão de Filas e Corporate TV e Mobility)

Diminuição do custo e tempo de resposta às solicitações devido a uma maior eficiência na realização das diferentes tarefas associadas.

Aumento da quantidade e qualidade da informação disponível através das novas funcionalidades de Mobilidade.

Disponibilização de ferramentas que promovem o aumento da segurança dos agentes da PSP no “terreno”, pilar estratégico da nova abordagem operacional da PSP.

Diminuição do tempo médio de execução de um conjunto relevante de tarefas e atividades da PSP, o que traduzirá num maior controlo organizacional e diminuição de custos associados à operação.

De uma forma global, melhoria da eficiência interna e externa da PSP, melhoria da sua imagem para o exterior e aumento dos níveis de confiança e satisfação por parte do Cidadão.

Tecnologia
Para análise, levantamento, modelação, desenho e validação de requisitos foi utilizado o Microsoft Visio. Este software pode ser qualificado como uma ferramenta CASE (Computer-Aided Software Engineering). Para os projetos de software, o Microsoft Visio oferece uma grande quantidade de ferramentas, necessárias para a construção de aplicações, desde a criação de modelos de Base de Dados, diagramas UML, modelos da estrutura do programa, mapas de sites, entre outros.

Para o desenvolvimento do S.I. e Controlo de Versões, através de equipas externas, foi utilizado o Microsoft Visual Studio Team System Team Foundation Server 2013. Em termos práticos o Visual Studio é uma suite de desenvolvimento integrado atuando diretamente na criação de consolas, aplicações de interface gráfica com o Windows Forms, aplicações WPF, web sites e aplicações de serviços web.

Para testes foi utilizado o Microsoft Visual Studio Test Professional, que possui um conjunto de ferramentas especializado para equipas de controlo de qualidade, que simplifica o planeamento e a execução dos testes. Funciona em conjunto com o software Visual Studio, permitindo a colaboração efetiva entre developers e testers durante o ciclo de vida de desenvolvimento da aplicação.

Para o acompanhamento de Projeto foi utilizado o Microsoft Project Server que fornece eficientes ferramentas de gestão de projeto, combinadas com usabilidade, eficiência e flexibilidade, propiciando uma gestão de projetos com mais eficiência e eficácia.

Recomendações
No que se refere às recomendações, será do interesse da administração pública a fomentação de sinergias com outras entidades públicas, à semelhança da que foi desenvolvida com o Instituto de Informática, que permitiu à PSP, para além do alcance dos objetivos propostos, garantir uma redução dos custos de investimento e um desenvolvimento e colocação em produção da iniciativa mais acelerado.

Relativamente à mobilidade, é necessário garantir ter em consideração o Sistema de BackOffice existente, para garantir a integração na sua plenitude e tornar o sistema mais eficiente. Ainda dentro do âmbito da mobilidade, a introdução de funcionalidades de modo iterativo é conveniente, uma vez que permite a realização de pequenos pilotos e assim conseguir experimentar se a solução vai de encontro às necessidades dos elementos que se encontram no terreno, porque o sucesso deste projeto reside grande parte na usabilidade do sistema.

Próximas Acções
Mobilidade:

  • Incorporação de serviços adicionais a disponibilizar na aplicação.
  • Gestão de Filas:
  • Estender a gestão de atendimento a mais locais.

Ponto de Contacto
Maria de Lurdes Lopes Rosa
mlrosa@psp.pt

Resultados

  • Avanço em termos de capacitação tecnológica,
  • Redução do número de interações dos Cidadãos com a Administração Pública
  • Diminuição do custo e tempo de resposta às solicitações;
  • Aumento da quantidade e qualidade da informação disponível através das novas funcionalidades de Mobilidade;
  • Disponibilização de ferramentas que promovem o aumento da segurança dos agentes da PSP;
  • Diminuição do tempo médio de execução de um conjunto relevante de tarefas e atividades da PSP;
  • Diminuição de custos associados à operação;
  • Melhoria da eficiência interna e externa da PSP.

Última atualização: 10-02-2016